quarta-feira, abril 25

CHÁ DAS CINCO #185

Pensamento prévio: há-de haver alguém a gostar de um post deste calibre. Bom, pelo menos é suposto que sim ou não serão os cães "os melhores amigos do homem"? Dúvidas à parte, quem gosta de cães não tem problemas em afirmar que aqueles animais expressam os seus sentimentos: orelhas caídas, postura tensa, e cauda esticada significam "não te metas comigo" enquanto que as orelhas levantadas e o vigoroso abanar da cauda significam "estou contente por te ver". Contudo, parece haver uma nova teoria sobre a linguagem corporal canina que defende que quando os cães sentem algo positivo sobre algo ou alguém as caudas abanam mais para o lado direito, ao passo que quando se sentem negativos abanam mais para o lado esquerdo. Extraordinário!? O estudo científico, que tem um nome que fazer chorar, "Respostas assimétricas do abanar das caudas dos cães a diferentes estímulos emocionais", parece ser muito relevante porque ficando a cauda a meio do corpo do cão já não é tão simples a explicação da linguagem corporal canina através do controlo do lado direito do corpo pelo lado esquerdo do cérebro (felicidade), e do lado esquerdo do corpo pelo lado direito do cérebro (infelicidade). Não há dúvida, o mundo acordou mais seguro...

4 comentários:

Van Dog disse...

UAU!! Vou tentar confirmar em mim...

Magui disse...

;) pois a Briosa abanou a cauda de contente, acho q gostou do post. Só não consegui testar uma vez que ela não pára quieta.Curioso...eheh

jose augusto soares disse...

È reconfortante pensar que no mundo actual...sem nenhum problemas importante para resolver... ainda há cientistas preocupados comas caninas caudas e seus lados preferidos de abanar.

pug disse...

Pelo menos, a meu ver, é um estudo mais interessante do que "o comportamento sexual do peixe porco" que era de estudo compulsivo na Faculdade de Psicologia de Lisboa no meu tempo.