sexta-feira, dezembro 21

CHÁ QUENTE #329

Jesus e nós!?!
Um francês em cada dois não sabe onde e quando Jesus nasceu. Nos inquiridos com menos de 30 anos, o desconhecimento (ignorância?) aumenta: só um em cada três sabe precisar o nascimento do Menino. Não é para espantos, no caldo cultural actual o Natal apresenta-se como a festa pagã onde o consumismo surge como única profilaxia para todas os males existenciais. Boas Festas, pois então...

6 comentários:

Rodrigo de Sá disse...

E nós? Provavelmente Jesus nasceu em Belém e era adepto do Belenenses. Ou então Jesus é uma lenda, e a verdadeira personagem do Natal é o Pai Natal.
O problema do consumismo, é que mesmo que não queiramos, vamos ter de consumir muito durante o Natal, porque vai parecer mal aos nossos amigos não prepararmos a festa para quando vieram às mijinhas.

tarrasso disse...

os franceses é(ra) mais Voltaire e Rousseau ...

Desambientado disse...

Há brilho nos pinheiros,
Como candeeiros,
Para imitar as estrelas,
As cores não são delas:
São escapadelas,
Fugazes e belas.
Que tragam:
Um Feliz Natal
Descomunal…

Félix

mariana disse...

Boas Festas! :)

Anónimo disse...

Fico sempre feliz de estar aqui neste nosso cantinho desta ilha de Cristo, tão longe dessas Franças ignorantes, e bem protegido dessas heresias. Graças a Deus que cá sabemos valorizar o Natal pelo que ele é e não temos essas coisas de consumismos. Boas Festas, como diz a Dra M.M. :)

Anónimo disse...

Boas Festas!

rui goulart