quarta-feira, dezembro 31

É d'HOMEM #129

"Muito francamente, não se percebe o que leva um grande número de alunos à universidade. Não é o desejo de conhecimento nem de aquisição de competências para uma vida profissional."

Gilberta Rocha, Professora Catedrática da Universidade dos Açores, in A crise do sistema educativo: os alunos universitários

5 comentários:

Rute Relampago disse...

True!
Vi a acontecer no meu curso (Psicologia)...
A crise do ensino passa pelos alunos, mas também notei a catalização desse facto quando os professores não inovavam na pedagogia utilizada e nos conteúdos programáticos a serem cada vez mais desactualizados para os tempos (que ditam necessidades)que correm...

Anónimo disse...

Parece-me chocante um professor vir dizer isto a público. è um facto que muitos jovens vão para a universidade como se de escolaridade obrigatória se tratasse. Mas a mudança de atitude do professor para com o aluno impõe-se! É preciso exigência, pois o mercado de trabalho também não aceita licenciados medíocres. Numa entrevista não é difícil perceber quem llá vai para saber ou simplesmente para passar!

Anónimo disse...

Não sei se hei-de rir ou se chorar! Fui aluno da Dr. Gilberta, há muitos anos atrás e recusei-me a ir às suas aulas. Atenção que não foi por não querer adquirir competências…

Anónimo disse...

A Dra Gilberta nem sequer é esperta. Uma vez, fui, cheio de esperança, a uma conferência dela e foi deprimente. Ela mal sabe o que diz, enfim, não ficam muito bem colocada a Univesidade dos Açores com tais professores..

Kassette disse...

Na minha breve passagem pela UAç tinha uma prof de Ética que pelos vistos tinha sido acusada de fazer perseguição religiosa a um aluno...
Não sei se me espanto com estas declarações.