quinta-feira, dezembro 27

CHÁ QUENTE #330


Outros Natais. A ex-primeira-ministra e dirigente da oposição paquistanesa Benazir Bhutto morreu hoje num atentado suicida. O mundo continua demasiado perigoso.

2 comentários:

terramar disse...

Foi por defender a democracia, talvez! Por ter regressado após um tempo de exílio, quem sabe?
Foi por lutar contra o terrorismo e querer a paz no seu país, certamente.
Há quem diga também que foi por ser mulher e o Corão não ver com bons olhos o feminino no poder.
O certo é que se perdeu em segundos uma vida de luta, uma promessa de mudança.
O mundo não pára e, dizem as vozes que o cemitério está cheio de insubstituíveis, mas que Benazir Bhutto vai fazer falta, não restam dúvidas.

Anónimo disse...

Foi por causa da bomba...mas o espirito continua.