quinta-feira, fevereiro 15

CHÁ QUENTE #269

Por falar em cidadania, um conjunto de 100 cientistas, advogados, líderes da igreja, actores, escritores e membros do parlamento, de nomeada, exige uma paragem a Tony Blair na substituição do sistema nuclear "Trident" da Grã-Bretanha, até que se realize um completo debate sobre as opções. "Not in our name" (fabulosa 1.ª página do Independent). Não consta que já tenham começado a clamar pela realização de um referendo. Antes, manifestam um conjunto de princípios do que entendem deverem ser as prioridades externas do UK: um reforço da iniciativa diplomática para procurar acordos nas negociações para o desarmamento e não-proliferação nuclear, e nos desafios globais como as alterações climáticas e a pobreza mundial. Lindo, não é? Afinal, não deverá ser a democracia, também, feita da tensão entre o poder legitimado e o povo que o legitima? A dúvida que me fica está em saber se esta iniciativa surgiria se Blair não estivesse tão fragilizado...

1 comentário:

Jose Augusto Soares disse...

E ainda uma outra pergunta: este grupo de intelectuais tomou idêntica posição quando Blair decidiu ser o parceiro de eleição do triste Bush??