quarta-feira, janeiro 24

CHÁ COM TORRADAS #154

Não me recordo onde li ou ouvi, mas, parece-me certo que, em tempo de muito ruído, falar baixo deve ser a única forma de nos fazermos ouvir.

7 comentários:

magui disse...

Qnt a mim,há algum tempo que percebi q pelo menos é a forma de mostrar diferença e é sinal de respeito por nós proprios...bjo

Anónimo disse...

And then again... continuo a achar q tudo depende da atenção q damos e da q nos dão ;)
Muitos beijinhos
P.

joseaugustosoares disse...

Mas...citando Molière:

"Quando o que a gente diz dá para ser entendido / Digo eu que é bem falar qualquer jeito que fale".

Anónimo disse...

Eu diria mesmo que quando o ruído é muito o silêncio pode ser o maior grito! :-)

luis cabral disse...

No caso do dr.guilherme, não é pelo facto de zurrar baixinho que faz dele menos asno

Anónimo disse...

Sr. Luís Cabral, se o sr. se reduzisse à sua insignificância, ou seja, AO SILÊNCIO TOTAL, todos nós agradeceríamos!

luis cabral disse...

O silêncio bovino do dr.guilherme apenas é desfeito com os comentários alarves dos "anónimos" com que ele se encobre...
Mas como vai zurrando, é sempre bom lembrar o ditado que "Vozes de burro não chegam ao céu!"