domingo, agosto 7

CHÁ COM TORRADAS #85

A realidade autonómica fez com que princípios incontornáveis do Estado de Direito português coexistam nas nossas ilhas: o da autonomia regional, o da autonomia local e o da subsidiariedade. Contudo, a actividade político-normativa nacional e regional tem-se revelado inábil na conjugação destes motores do desenvolvimento, seja porque os conforma unilateralmente, seja porque molda, de forma impositiva, a autonomia local aos olhos de um território contínuo que não é o nosso.

Janelas Altas (II). Para uma Revisão Estatutária. Mais uma vez n' O Bule do Chá

3 comentários:

Apenas, o cidadão disse...

se o Estado Português, supostamente de Direito, nem uma ideia de país tem quanto mais...

gmarinho disse...

(Con)Cidadão
mais razão me dá em procurar uma ideia para os Açores.
Obrigado pela visita

Anónimo disse...

Very nice site! Nevada small business opportunity http://www.bextra-stevens-johnson-syndrome.info/cheticamp-nova-scotia-business-opportunities.html