quarta-feira, junho 1

CHÁ QUENTE #70

Em jeito de contributo, 3 notas de um pontadelgadense exilado:
a) A explicação para o caso Ponta Delgada é o PS não ter feito oposição durante 4 anos, a partir daí tudo é de mais fácil compreensão;
b) José San-Bento tem o perfil e impulso interior necessários para fazer uma excelente campanha do ponto de vista programático e da desconstrução ponto a ponto da cortina de fumo à volta da CMPDL. Para tanto espero que à volta dele se junte um grupo de jovens dinâmicos e com projectos que mostrem a realidade tal como é, sem demagogias e sem interesses condicionadores;
c) Estas eleições autárquicas são mais importantes do que a maioria das pessoas pensam, estamos a entrar no último quadro comunitário de apoio e não há espaço para megalomanias pessoais ou visões tacanhas do desenvolvimento local e regional. O futuro passa pelos projectos intermunicipais e inter-ilhas pelo que os concelhos não podem continuar a ser capelinhas partidárias para usufruto de cliques ou interesses (espero resultados interessantes especialmente no Pico).

3 comentários:

Mariana Matos disse...

Muito bem, Dr. guilherme. ;)
A ver vamos.

gmarinho disse...

Ou muito mal, depende do ângulo eheh

Mariana disse...

pois aí já é uma questão de ponto de vista ( ou não!)...